<< Voltar
Notícia | Em Cabo Verde, Imbassahy trabalha por justiça para velejadores presos

Notícia | Em Cabo Verde, Imbassahy trabalha por justiça para velejadores presos

O deputado Antonio Imbassahy (BA) está empenhado na defesa pela justiça no caso dos velejadores brasileiros presos em Cabo Verde. O tucano esteve na Cadeia Central de São Vicente e conversou com Rodrigo Dantas, Daniel Dantas e Daniel Guerra. Eles foram condenados no país africano por tráfico internacional de drogas, mas alegam inocência.

“Conversei com os três e vi que realmente estão indignados com a situação, mas confiantes no Judiciário de Cabo Verde. Estamos trabalhando para que se faça justiça e eles sejam liberados”, afirmou em vídeo postado no Facebook. Imbassahy também se reuniu com parentes dos brasileiros e com a direção do presídio.

O parlamentar baiano reitera a confiança e o empenho para que jovens sejam libertados. O inquérito feito pela Polícia Federal inocentou os jovens, mostrando que a droga só poderia ter sido colocada no barco com antecedência, antes da chegada da tripulação.

“Em respeito à soberania de um país, às suas instituições, o que nós queremos é que os autos, o inquérito que a PF brasileira realizou seja considerado pelo Judiciário de Cabo Verde”, destacou o tucano pelas redes sociais.

O tucano tem prestado apoio aos familiares dos velejadores, que estiveram na Câmara em abril. Na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), eles fizeram o relato dos acontecimentos e o andamento das investigações. Na mesma semana, a Comissão aprovou uma moção de apoio e solidariedade aos jovens.

Os velejadores foram presos em 2017, depois de terem sido contratados pela empresa holandesa The Yacht Company, responsável pelo veículo, que seguiria rumo à Ilha dos Açores, em Portugal. Logo no início da viagem o barco apresentou problemas tendo como último ponto de partida no Brasil, a cidade de Natal (RN).

Naquele estado, a embarcação passou por inspeção detalhada da Polícia Federal, com cães farejadores e nada foi encontrado. A viagem prosseguiu até que o motor quebrou e a tripulação alcançou Cabo Verde.  Naquele local, a Polícia judiciária fez uma longa inspeção e encontrou uma tonelada de cocaína escondida abaixo do tanque de água do barco.  O dono do barco, o inglês George Fox está foragido.

Reportagem: Ana Maria Mejia/ Foto: Alexssandro Loyola
Publicado no site PSDB na Câmara: http://psdbnacamara.com.br/2018/07/17/em-cabo-verde-imbassahy-trabalha-por-justica-para-velejadores-presos/